Os bancários do Itaú conquistaram, na campanha deste ano, Participação Complementar de Resultado (PCR) de R$ 2.285, que vem junto com a primeira parcela da PLR. O acordo foi assinado nesta terça, 3 de novembro, e o Itaú tem até dez dias para pagar, portanto, até dia 12.

O valor será de R$ 2.285 e vem com o pagamento da antecipação da PLR. Caso o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) do banco seja maior que 23%, o PCR subirá para R$ 2.395. Em 2016 o valor será alterado conforme o índice de reajuste salarial da categoria.

Foi a mobilização dos trabalhadores que garantiu PCR maior e a antecipação do crédito junto com a primeira parcela da PLR.

Confira abaixo as regras e quem tem direito a receber:

– O valor da PCR é adicional a regra da PLR da CCT.

– O pagamento será integral para funcionários admitidos até 31 de dezembro de 2014 e que estejam em efetivo exercício na data da antecipação da PCR.

– Em relação a 2015, o banco vai antecipar o valor de R$ 2.285,00, a título de PCR, e ocorrerá na mesma data do pagamento da antecipação da PLR prevista na CCT e será descontada do valor total da PCR devida.

– Os empregados admitidos até 31 de dezembro de 2014 e que se afastaram a partir de 1º de janeiro de 2015, por doença, acidente do trabalho, licença-remunerada, licença-maternidade/adoção e os transferidos entre as empresas signatárias, farão jus ao recebimento integral (R$ 2.285,00).

– Os empregados admitidos até 31 de dezembro de 2014 e que se afastaram antes de 1º de janeiro de 2015, por doença, acidente do trabalho, licença-remunerada ou licença-maternidade/adoção sem retorno ao trabalho até 31 de agosto de 2015 não farão jus a esse recebimento na data da antecipação.

– Os beneficiários que estiverem afastados na data do pagamento previsto de antecipação da PCR receberão em única parcela, na mesma oportunidade do pagamento final da PLR da CCT.

– Os empregados admitidos até 31 de dezembro de 2014 e que se afastaram antes de 1º de janeiro de 2015, por doença, acidente do trabalho, licença-remunerada ou licença-maternidade/adoção com retorno ao trabalho até 31 de agosto de 2015 farão jus ao recebimento da antecipação de forma integral (R$ 2.285,00).

– Os empregados admitidos, aposentados, transferidos para outra empresa não signatária ou desligados até 31 de agosto de 2015 (sem justa causa ou a pedido), com exceção dos demitidos por justa causa, farão jus ao recebimento do valor da antecipação, de forma proporcional.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Seeb-SP

Compartilhe: