Foto: Arquivo Sindicato

Relembrar, resistir e lutar. Este foi o recado dado pelo terceiro painel da 16ª Conferência Nacional dos Bancários, que é realizada em Atibaia, no estado de São Paulo. Com o tema “Em Defesa da Democracia ? Ditadura Nunca Mais”, o painel contou com a presença de Adriano Diogo, deputado estadual (PT) e presidente da Comissão da Verdade da Assembleia Legislativa de SP, e de Rose Nogueira, que preside o Grupo Tortura Nunca Mais de São Paulo e é ex-presa política, companheira de cela de Dilma Rousseff.

Durante o painel, os participantes da mesa destacaram a importância de resgatar as memórias da ditadura e da violência que se instalou no Brasil de 1964 a 1985, não apenas pelas mãos dos militares, mas com a contribuição de empresários e da mídia. O painel ressaltou também que é essencial retomar a discussão sobre a resistência popular durante a ditadura para que se fortaleça a luta por um país cada vez mais democrático, com justiça e igualdade. Durante a mesa, foram exibidos vídeos sobre a época.

Após as palestras proferidas no painel, o microfone foi aberto a delegadas e delegados que deram sua contribuição sobre o tema.

O próximo painel abordará o “Plebiscito sobre Constituinte do Sistema Político” com a participação do presidente da CUT, Vagner Freitas, e do diretor executivo da CUT, Júlio Turra. Ao final do dia, será realizada a abertura sonele da Conferência. O evento está sendo transmitido ao vivo pela Contraf-CUT e pode ser acompanhado clicando aqui.

Compartilhe: