A CAIXA comemorou, no dia 12 de janeiro, 154 anos de banco 100% público, responsável hoje pelos principais programas sociais do governo federal e de suma importância para a promoção da igualdade e do desenvolvimento do Brasil. Criado em 1861 por Dom Pedro II, através do Decreto nº 2.723, que fundou a Caixa Econômica da Corte, o banco sempre acompanhou e apoiou o crescimento do Brasil.

Desde 2003, a CAIXA vem intensificando ainda mais o seu papel social. De janeiro a setembro de 2014, de acordo com o último balanço divulgado, o banco injetou R$ 501,1 bilhões na economia brasileira, englobando concessões de crédito, como o pagamento de benefícios sociais, investimentos em infraestrutura própria, remuneração de pessoal e destinação social das loterias.

Somente as contratações de crédito acumuladas até setembro somaram R$ 364,2 bilhões, alta de 6,6% em relação a igual período de 2013. Com 6 mil contratos assinados todos os dias, as operações habitacionais corresponderam a 25,9% do total (R$ 94,2 bilhões). Somente no Programa Minha Casa, Minha Vida, foram contratados R$ 25,8 bilhões no período, no total de 321,6 mil unidades habitacionais.

As contratações para operações de infraestrutura e saneamento alcançaram R$ 20,7 bilhões, crescimento de 17,2% na mesma comparação. Do total, R$ 3 bilhões destinaram-se ao saneamento básico, R$ 8,3 bilhões a financiamentos de energia e logística, R$ 4,1 bilhões à operações de mobilidade urbana e R$ 5,3 bilhões à infraestrutura urbana.

É importante destacar também que, durante a grave crise financeira internacional iniciada em 2008, enquanto os bancos privados fecharam linhas de crédito, a CAIXA liberou recursos para manter a economia aquecida, evitando a recessão e o avanço do desemprego.

Hoje, o banco conta com as menores taxas de juros e as melhores condições para financiar o imóvel e outros bens. Sem o financiamento da CAIXA, o Brasil não estaria realizando o maior programa de construção de moradias populares de toda a sua história.

A presidenta do Sindicato, Eliana Brasil, que é empregada da CAIXA, parabeniza empregadas e empregados por seu empenho e por não medirem esforços para atender bem os brasileiros. “A CAIXA é um patrimônio de todos nós e é fundamental para o crescimento do Brasil que ela continue assim, 100% pública e cada vez mais forte, fomentando o desenvolvimento do país e promovendo a justiça social para o povo brasileiro. Repudiamos qualquer proposta que coloque este patrimônio em risco e vamos lutar sempre para garantir o caráter totalmente público deste grande banco”, afirma.

Compartilhe: