Os valores que os bancários irão receber na antecipação da PLR, no prazo de até 10 dias após a assinatura da convenção coletiva que ocorre nesta sexta-feira (18), têm tabela de imposto de renda própria que estabelece isenção para o pagamento de até R$ 6 mil.

A campanha PLR sem IR foi lançada em 2011 por bancários, metalúrgicos, químicos, petroleiros e urbanitários. O Sindicato participou intensamente da mobilização e da coleta de assinaturas pela aprovação do projeto, que chegaram a 200 mil em todo o país. O resultado da mobilização foi a nova tabela de imposto de renda, sancionada em dezembro passado pela presidenta Dilma Rousseff.

Com tributação exclusiva, o cálculo do imposto de renda da PLR leva em conta tudo o que o bancário recebe no ano: a segunda parcela paga em março referente à PLR de 2012, a antecipação da primeira parcela da Campanha 2013 e os programas próprios de renda variável. Se a soma desses pagamentos for de até R$ 6 mil a isenção é total, se superior, há a incidência do imposto, mas com alíquotas menores. Veja abaixo o quadro elaborado pelo Dieese:

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: