A diretoria que comandará o Sindicato no triênio 2020/2023 tomou posse nesta quinta-feira, 16, com um evento virtual que foi transmitido ao vivo pelo Facebook da entidade. Com apresentação da jornalista Mariana Viel e participação de convidados, os trabalhadores destacaram os desafios e vitórias da última gestão, assim como a importância da organização e da mobilização para enfrentar as atuais ameaças contra os direitos e conquistas da categoria bancária.

A Chapa 1, que tomou posse, foi eleita com 97,45% dos votos em uma eleição eletrônica realizada entre os dias 19 e 21 de maio de 2020.

Participaram da solenidade virtual o presidente da CUT/MG, Jairo Nogueira, a presidenta da Fetrafi-MG, Magaly Fagundes, o ex-presidente do Sindicato e diretor da Fenae, Cardoso, e a presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira.

Todos os participantes parabenizaram a bancária Eliana Brasil, que esteve à frente do Sindicato nas duas últimas gestões e enfrentou com garra momentos como o golpe de 2016, as ameaças de privatização das empresas públicas, a reforma trabalhista e a reforma da Previdência. Empregada da CAIXA, Eliana esteve à frente de grandes mobilizações e obteve importantes vitórias para a categoria durante seus mandatos, garantindo as conquistas de bancárias e bancários.

Durante o evento, foi também exibida uma mensagem enviada pelo ex-presidente Lula para saudar a nova diretoria. Lula cumprimentou o novo presidente do Sindicato, Ramon Peres, e relembrou sua amizade com Arlindo Ramos, que presidiu a entidade durante a ditadura militar, em duas gestões entre 1975 e 1980.

Lula

Para o ex-presidente, a atual diretoria terá grandes desafios. “O neoliberalismo e os avanços do emprego digital estão diminuindo cada vez mais a categoria bancária. Tenho certeza que você saberá lutar, saberá resistir e saberá conquistar novos ganhos para os trabalhadores”, afirmou Lula, parabenizando o novo presidente. “Com você tomando posse na diretoria do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte, como presidente, eu tenho certeza que os bancários vão continuar sendo exemplo e motivo de luta e de orgulho para o nosso povo trabalhador”, concluiu.

Relembrando sua gestão e sua história no Sindicato, a ex-presidenta Eliana Brasil reforçou a importância do trabalho de base e da proximidade com a categoria para a construção de uma entidade forte e representativa. “Hoje, temos um Sindicato reconhecido e tenho muito orgulho disso. Quando falo da nossa luta e da nossa presença, isso está traduzido no que foi a última eleição. A base deu a resposta e reconheceu o trabalho da diretoria. O Sindicato tem um lado, e o nosso será sempre o lado do trabalhador”, afirmou Eliana.

Eliana Brasil

O bancário do Itaú e novo presidente do Sindicato, Ramon Peres, também lembrou a eleição da nova diretoria, e agradeceu a Comissão Eleitoral pela condução do processo, que foi totalmente virtual pela primeira vez devido à pandemia. “Passamos por uma eleição que foi histórica, uma eleição virtual e que teve como objetivo ser democrática, garantindo o direito ao voto a todos os bancários e bancárias de Belo Horizonte e região”, destacou.

Ramon Peres

“Assumir a presidência deste Sindicato é uma responsabilidade de 88 anos de história, de luta e de conquistas. Enfrentamos agora uma política macroeconômica liberal, de uma ultradireita conservadora, que preza pela retirada de direitos e conquistas dos trabalhadores e trabalhadoras. Vivemos ataques a instituições democráticas e, portanto, um feroz ataque à democracia, além de uma pandemia inimaginável na nossa história. E é nesses momentos que entidades sindicais sérias mostram o seu valor”, afirmou Ramon Peres.

O novo presidente do Sindicato destacou, ainda, os principais desafios para a sua gestão: a defesa dos direitos e conquistas, a defesa da democracia, o investimento em mais formação política e em uma comunicação moderna e eficiente, aumentando o relacionamento com a categoria e toda a sociedade, assim como o fortalecimento do Sindicato enquanto ator político fundamental na defesa dos trabalhadores.

Assista à posse na íntegra:

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: