A proposta da CAIXA no GT descomissionamento para revisão do RH 184 será apresentada à Comissão Executiva dos Empregados (CEE) no dia 24 de janeiro. A medida já havia sido apresentada durante o grupo de trabalho – formado por representantes dos empregados e do banco público – para debater os descomissionamentos. Veja abaixo tabela com as principais propostas do banco.

criterio-descomissionamento

> Veja a proposta do banco detalhada

Após a realização de plenárias e consulta aos trabalhadores de vários estados, os empregados e suas entidades representativas construíram 12 propostas, mas a CAIXA acatou apenas a que proíbe a perda de função na análise preliminar de um processo de apuração. Ou seja, só poderá ocorrer após apuração de processo contra o empregado, se couber.

A indicação dos integrantes do GT foi pela aprovação dessa proposta. De acordo com a representação dos trabalhadores, mesmo sendo insuficiente, ela representa um avanço em relação ao imediatismo e à falta de critérios atuais de descomissionamento totalmente arbitrários e subjetivos, diferentemente do processo de promoção de carreira, que depende de uma série de etapas e regras mais rígidas.

A representação dos empregados ressalta, no entanto, que as demais 11 propostas não serão esquecidas e que continuará a lutar pela implantação dos demais pontos, como por exemplo, a proibição da dispensa de função gratificada ou cargo comissionado de trabalhadora gestante, inclusive durante a licença maternidade, situação que vem ocorrendo com frequência e que demonstra a visão discriminatória da atual direção do banco.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Sindicato dos Bancários de São Paulo

 

Compartilhe: