A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) encaminhou, nesta quarta-feira, 9 de setembro, um ofício à Caixa Econômica Federal para solicitar agilidade no processamento de inclusões dos empregados contratados após 31 de agosto de 2018 no Saúde Caixa.

A extensão das mesmas possibilidades de serviços e de atendimento, assim como a participação no custeio – o que unificará toda a base nacional de empregados da CAIXA – foi uma das principais conquistas das negociações referentes à renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) da CAIXA.

“A mobilização dos empregados assegurou, no ACT, garantias fundamentais aos usuários do Saúde Caixa, como a manutenção da proporção 70/30 no custeio e o caráter solidário do plano, além de restabelecer a participação dos novos empregados. Agora, queremos que esta conquista tão importante seja efetivada”, disse Fabiana Uehara Proscholdt, coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/ Caixa).

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: