Ato realizado em Belo Horizonte durante a Campanha Nacional 2018

 

Após o término de mais uma Campanha Nacional vitoriosa, representantes dos bancários do Bradesco realizaram videoconferência, no dia 20 de setembro, para retomar o debate sobre a pauta específica de reivindicações dos funcionários. O Sindicato foi representado pelos diretores Geraldo Rodrigues, que representa Minas Gerais na Comissão de Organização dos Empregados (COE), e Giovanni Alexandrino, da coordenação Bradesco BH.

A pauta específica foi aprovada no Encontro Nacional dos Bancários do Bradesco e foi entregue ao banco no dia 11 de junho deste ano. Confira o documento na íntegra aqui (LINK).

O emprego é uma das questões centrais, principalmente diante das novas regras que entraram em vigor após a reforma trabalhista. Os bancários cobram mais contratações para acabar com a sobrecarga de trabalho nas unidades.

Na videoconferência da última quinta-feira, os representantes dos funcionários trataram de cada um dos pontos da pauta.

Em relação ao adiantamento de férias, apesar do avanço conquistado na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria, foi definido que os bancários do Bradesco seguirão cobrando o parcelamento em até 10 vezes.

Já em relação à identidade visual, os bancários já conquistaram o fim da imposição do uso da gravata, mas destacaram que devem continuar discutindo com o banco a questão relativa ao uso de barba pelos funcionários.

Entre os temas discutidos na reunião, também foram tratadas questões referentes ao plano de saúde, retorno ao trabalho após alta no INSS e segurança bancária, principalmente em relação aos postos de atendimento.

Os trabalhadores também discutiram a campanha de agentes de Contas, que tem feito os trabalhadores circularem pelas ruas para prospectar clientes. Em Belo Horizonte, os representantes dos bancários já cobraram o banco sobre o fato de os agentes estarem sendo obrigados a utilizar camisetas que mostram um casal portando armas. A situação gerou confusão e interpretações equivocadas por parte da população.

Para seguir discutindo as reivindicações específicas dos funcionários, ficou acertado que a COE Bradesco se reunirá mensalmente por meio de videoconferência e a cada dois meses de forma presencial.

 

Compartilhe: