Os representantes dos empregados retomam, nos dias 11 e 12 de dezembro, em Brasília, a reunião do Grupo de Trabalho Saúde do Trabalhador e iniciam as discussões do Grupo de Trabalho Saúde Caixa. Ambos estão previstos no acordo aditivo 2012-2013 assinado pelas entidades sindicais e o banco.

As discussões devem definir o papel de cada um dos grupos de trabalho e tratar os normativos sobre Saúde do Trabalhador. O GT Saúde do Trabalhador e o GT Saúde Caixa, recém-criado, são instâncias vinculadas diretamente à mesa de negociação, mas não deliberativas, já que quem delibera é a Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) e os representantes do banco.

Ainda no âmbito do Saúde Caixa, é preciso definir, além do papel do GT, quais as funções atribuídas ao Conselho de Usuários e dos Comitês de Acompanhamento da Rede Credenciada.

A intenção é que o Conselho de Usuários, apesar de não ser deliberativo, funcione como um acompanhamento de gestão e que todas as decisões sobre o plano passem por ele. Já os Comitês de Acompanhamento, um por Gerência de Filial de Pessoal (Gipes), teriam o papel de discutir e auxiliar nos processos de credenciamento e descredenciamento.

 

Fonte: Contraf-CUT

Compartilhe: