Os delegados do 5º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro manifestam seu veemente repúdio à condenação e prisão de Lula, com acusações inverídicas e sem provas, sem garantir o efetivo direito de defesa, desconsiderando os mais elementares direitos assegurados pela nossa Constituição.

Lula foi preso por uma questão de luta de classes. Para se tentar sequestrar a ideia de um país justo e democrático.

A sistemática perseguição política a Lula e sua condenação e prisão visam retirá-lo da disputa para presidente da República, porque Lula lidera com folga todas as pesquisas eleitorais.

Querem impedir que o povo reconduza Lula à presidência da República porque não querem que o povo volte a ocupar papel de destaque na economia, com emprego e oportunidade para todos e todas.

Reunidos em Congresso gritamos em alto e bom som. Cada um de nós somos e seremos Lula, lutaremos sem descanso pela sua libertação, pelo seu direito de se defender não apenas junto ao Poder Judiciário, mas também junto ao povo. Lutamos pelo seu direito de se candidatar, de disputar as eleições e ser julgado pelo voto popular.

Em defesa da democracia, da soberania nacional e dos direitos dos trabalhadores.

Os delegados também decidiram participar ativamente do calendário de mobilização das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em defesa da democracia e pela liberdade de Lula.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: