_dsc0663

Fotos: Marcos Alvarenga

Com grande adesão de bancárias e bancários da base de BH e região, a greve cresceu ainda mais no sétimo dia. Nesta segunda-feira, 12, foram paralisadas as atividades em 65% das unidades de trabalho da base do Sindicato. O número representa mais que o dobro da adesão registrada no primeiro dia.

Nesta segunda-feira, o Sindicato realizou ato em frente ao prédio do Banco do Brasil localizado na rua Rio de Janeiro, 750, no centro de Belo Horizonte, com apresentação da Cia dos Aflitos. Os trabalhadores também denunciaram a situação vivida nos bancos e cobraram que a Fenaban apresente uma proposta decente.

Nesta terça-feira, 13 de setembro, o Comando Nacional dos Bancários volta a se reunir com a Fenaban em São Paulo para discutir a pauta de reivindicações da Campanha Nacional 2016. Bancárias e bancários cobram aumento real, valorização dos pisos, melhorias na PLR, fim das metas abusivas e do assédio moral, assim como defendem o emprego, as empresas públicas e os direitos dos trabalhadores.

Um novo ato será realizado pelo Sindicato nesta terça-feira. A concentração ocorrerá a partir das 12h em frente ao prédio da CAIXA localizado na avenida do Contorno, 8256 (prédio da trincheira).

“Nossa adesão mais que dobrou em uma semana de greve e isso mostra que bancárias e bancários estão conscientes de que somente a mobilização é capaz de assegurar direitos e arrancar avanços na mesa de negociação. Continuamos em luta e exigimos que, nesta terça-feira, a Fenaban apresente uma proposta decente para nossas reivindicações”, afirmou a presidenta do Sindicato, Eliana Brasil.

Confira mais fotos do sétimo dia de greve:

Compartilhe: