O Sindicato, juntamente com a Contraf-CUT e a maior parte dos sindicatos de bancários do Brasil, apoia Débora Fonseca no segundo turno da eleição para representante dos funcionários no Conselho de Administração do Banco do Brasil (Caref). A votação teve início no dia 29 de janeiro e vai até 4 de fevereiro.

Débora tem como principal plataforma a defesa do BB como instituição pública. Ela é contra a privatização e o enfraquecimento do banco e contra a venda de suas subsidiárias. Débora se manifestou contra o plano de reestruturação anunciado pela direção do BB em janeiro, considerado uma forma de desmontar o banco público.

Candidata à reeleição, Débora Fonseca fez contraponto às teses privatistas no Conselho de Administração, nos dois anos de mandato, e participou de inúmeras atividades em defesa do BB como instituição pública, procurando apoio junto a parlamentares, membros do Poder Executivo, associações e entidades de classe de trabalhadores e empresariais.

“Nesse momento de ataques ao BB e seu funcionalismo, devemos ter como representante no Caref quem tem o apoio e a força das entidades representativas. A candidatura da Débora não é individual. Foi construída na coletividade dos sindicatos filiados à Contraf”, destacou o funcionário do BB e diretor do Sindicato, Rogério Tavares.

Saiba mais sobre a candidatura de Débora Fonseca aqui.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: