O Sindicato está ao lado da categoria, no combate ao coronavírus, desde o primeiro caso confirmado no Brasil. A entidade cobra dos bancos, diariamente, ações efetivas que garantam a saúde de bancários e clientes, além de acompanhar a situação nas unidades da base de BH e região.

Mesmo com as medidas de isolamento social, o Sindicato atua para defender os trabalhadores. Diretoras e diretores trabalham em plantão para acompanhar a situação das unidades de trabalho e cobrar os bancos sobre qualquer irregularidade.

Veja mais informações abaixo:

 

Calendário da luta

27 de fevereiro – Com o primeiro caso no Brasil, Comando Nacional cobra que sejam seguidos procedimentos da Vigilância Sanitária.

12 de março – Declarada a pandemia, o Comando cobra a criação de um Comitê de Crise.

16 de março – É criado o Comitê de Crise com os bancos e são reforçadas as medidas de limpeza e higiene nas unidades.

19 de março – Após cobrança do Comando Nacional, Banco Central autoriza bancos a flexibilizar horários e fazer contingenciamento.

23 de março – Comando cobra que atendimento seja limitado aos serviços essenciais, com contingenciamento, fim das metas e das demissões.

24 de março – Após cobrança dos sindicatos, Itaú e Santander informam que não demitirão durante a pandemia.

30 de março – Em reunião com o Comando Nacional, bancos se comprometem a manter isolamento social e trabalho remoto.

 

Já conquistamos

– Trabalho remoto (home office) para mais de 230 mil bancários

– Redução no horário de atendimento das agências

– Contingenciamento para acesso, com número máximo de clientes no interior das unidades

– Reforço na limpeza das unidades de trabalho

– Fim das demissões até o final da pandemia no Santander e no Itaú

– Campanhas dos bancos para diminuir a procura pelas agências, com preferência para os serviços digitais

 

Direitos garantidos

A Convenção Coletiva de Trabalho assegura o pagamento do auxílio-refeição, da cesta alimentação, do auxílio creche/auxílio babá e do auxílio para filhos com deficiência a todos os bancários e bancárias durante a pandemia, mesmo trabalhando em home office.

 

Atendimento Jurídico e de Saúde

O Sindicato implantou atendimento por telefone para proteger os trabalhadores. Bancárias e bancários podem entrar em contato de segunda a sexta-feira das 10h às 14h.

Departamento Jurídico: (31) 3279-7839 / (31) 3279-7845
Departamento de Saúde: (31) 3279-7890

 

Compartilhe: