Nos últimos meses, com a vacinação contra a Covid-19 no Brasil em andamento, o Sindicato tem atuado para cobrar de parlamentares, prefeituras e dos governos estadual e federal a inclusão da categoria bancária entre os grupos prioritários. Isto porque a atividade é considerada essencial, desde o começo da pandemia, e bancários atuam na linha de frente do atendimento à população.

Em março, antes mesmo de ser decretada a “onda roxa” no estado de Minas Gerais, o Sindicato enviou carta às prefeituras de todos os municípios da base de BH e região para pedir mais proteção aos trabalhadores e prioridade na imunização. Você pode ver a carta na íntegra aqui.

No mesmo mês, a entidade solicitou apoio da deputada estadual Beatriz Cerqueira (PT) para tratar desta questão. A parlamentar então apresentou um requerimento, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), cobrando a inclusão da categoria bancária nos grupos prioritários do estado. Veja o documento aqui.

O Sindicato promoveu também um abaixo-assinado online neste sentido. Ele continua no ar e pode ser acessado aqui.

Com base na petição, a entidade ainda entrou em contato com todos os senadores e com o governador de Minas Gerais para cobrar a imunização contra a Covid-19 para bancárias e bancários. Você pode ler as cartas enviada ao governador Romeu Zema e aos senadores aqui.

“Pensando na saúde da categoria e de toda a sociedade, o Sindicato está atuando em diversas frentes para garantir mais medidas de proteção e prioridade de bancárias e bancários na vacina. Conseguimos o apoio de diversos parlamentares e algumas emendas já tramitam no Congresso Nacional. Continuamos mobilizados para defender a vida”, afimou o presidente do Sindicato, Ramon Peres.

 

Compartilhe: