Em ofício entregue ao BDMG nesta segunda-feira, 22 de junho, o Sindicato cobrou esclarecimentos do banco sobre o novo Plano de Retorno ao Trabalho Presencial. Apresentado no dia 9 de junho, o plano ocorre justamente no momento em que crescem os casos de coronavírus em Minas Gerais, com ocupação de mais de 87% dos leitos de UTI no estado.

No documento, o Sindicato destaca que o melhor para o momento “seria manter os funcionários em regime de home office como estão desde o início da pandemia”, garantindo a saúde dos trabalhadores.

A entidade também questiona o banco sobre as medidas que devem ser adotadas no local de trabalho para combater o coronavírus. Entre elas, o distanciamento necessário entre os funcionários, a disponibilização de equipamentos de proteção e álcool em gel, assim como a testagem dos trabalhadores.

Veja o ofício na íntegra aqui.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: