O Sindicato realizou mais um ato, nesta terça-feira, 21 de agosto, para cobrar que os bancos apresentem uma proposta digna para a categoria na mesa de negociação. A mobilização ocorreu no mesmo dia em que o Comando Nacional dos Bancários se reúne pela oitava vez com a Fenaban em São Paulo.

O ato foi realizado em frente à Agência Comércio do Bradesco, na região central de Belo Horizonte. Os bancários denunciaram a situação vivida nos bancos, com demissões, sobrecarga de trabalho e adoecimento, enquanto os lucros das instituições financeiras só crescem.

Mais uma vez, o Sindicato distribuiu material informativo à população para mostrar que os lucros bilionários são consequência da exploração não apenas dos trabalhadores, mas de todos os clientes e usuários dos serviços bancários.

Ao mesmo tempo em que precarizam o atendimento nas agências, com falta de funcionários e pouca segurança, os bancos aumentam as tarifas acima da inflação e seguem cobrando juros extorsivos. Com isso, contribuem para o endividamento dos brasileiros e para a acentuação da crise no país.

Na mesa de negociação desta terça-feira, os bancários exigirão uma proposta que reconheça o esforço dos trabalhadores bancários e que respeite as reivindicações da Campanha Nacional 2018.  O compromisso assumido na última mesa, no dia 18, é que a reunião só será encerrada com uma proposta a ser apresentada aos trabalhadores ou um impasse. Ambas as situações serão apreciadas pelos bancários, em assembleias por todo o Brasil, para deliberar os rumos da Campanha Nacional.

Confira mais imagens do ato:

 

Compartilhe: