O Sindicato recebe, a partir desta terça-feira, 28 de janeiro, os pedidos para acordos na Comissão de Conciliação Prévia do Banco do Brasil (CCP). O objetivo da CCP é resolver as pendências trabalhistas entre bancário e o banco sem a necessidade de uma ação judicial.

Podem participar bancários aposentados e ex-funcionários que saíram da instituição financeira nos últimos dois anos. A CCP tem validade de um ano.

Para tentar a conciliação por meio da CCP, o bancário aposentado ou desligado deve enviar um pedido ao Sindicato, por escrito, descrevendo de forma objetiva suas razões e quaisquer provas que possam existir. A entidade, então, repassará a questão ao banco, que tem um prazo de 30 dias para realizar a sessão de conciliação.

A sessão será acompanhada por membros do Sindicato, a fim de evitar qualquer constrangimento ao trabalhador.

Para o diretor do Sindicato, Wagner Nascimento, “mais uma vez o Sindicato atendeu a demanda da base de ter o instrumento para analisar extrajudicialmente as possíveis demandas trabalhistas. Os funcionários que se desligaram nos últimos meses ou que se aposentaram durante a vigência do acordo poderão pleitear a CCP”.

Compartilhe: