Após reivindicação do Sindicato dos Bancários de BH e Região, o Ministério Público do Trabalho (MPT) aceitou o pedido de mediação para tratar, com o Banco do Brasil, sobre a determinação de retorno ao trabalho presencial dos funcionários que moram com pessoas do grupo de risco para a Covid-19. A audiência será realizada na próxima terça-feira, 18 de agosto, a partir das 14h, por videoconferência.

Desde o dia 21 de julho, quando o BB decidiu, unilateralmente, sobre a volta indiscriminada dos bancários que coabitam com pessoas do grupo de risco, o Sindicato e a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB tentam negociar com o banco.

Segundo Márcio Chaves, diretor do Sindicato, o banco mudou sua postura em relação aos coabitantes a partir da Portaria 20 do governo federal, deixando os bancários indignados. “O BB mostrou uma total falta de sensibilidade, preferindo ignorar que é preciso evitar que as pessoas do grupo de risco que moram com bancários fiquem expostas desta forma”, afirmou.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: