Para debater a atual situação da Funcef com bancárias e bancários da CAIXA, o Sindicato realiza, durante toda esta semana, visitas a agências e prédios em sua base. Os debates são realizados com a participação da presidenta do Sindicato, Eliana Brasil, juntamente com o candidato a titular do Conselho Deliberativo pela “Chapa 5 – Funcef pra Gente”, Antonio Fermino, além da APCEF-MG, representada pelo diretor Umberto Gil.

A história de Antonio Fermino no Conselho Deliberativo da Funcef não é recente, apesar de integrar o colegiado, desde 2012, como eleito. Em 2006, assumiu o cargo de suplente e, a partir daí, esteve em todas as gestões de interesse dos participantes, a exemplo da criação do Fundo de Revisão de Benefícios (FRB). Está à frente do movimento para que a CAIXA assuma o contencioso judicial. Formado em Ciências Contábeis, ingressou no banco em 1990.

Nesta segunda-feira, 2 de maio, foram visitadas a Agência Inconfidência e a CEHMA. Outras unidades de trabalho serão visitadas até sexta-feira, 6.

As conversas que o Sindicato vem fazendo com os empregados nos prédios e agências têm o objetivo de tirar as dúvidas e também de combater inverdades que vêm sendo divulgadas nas redes sociais, assim como esclarecer questões ligadas aos investimentos da Funcef.

“É sempre necessário filtrarmos as informações que recebemos. Em momentos de campanha eleitoral, as pessoas costumam falar muitas coisas e fazer muitas promessas, se colocando como salvadores da pátria. Porém, a Funcef não precisa de salvadores da pátria. Precisamos de pessoas competentes e engajadas na defesa dos participantes para que possamos encontrar alternativas para o momento delicado vivido hoje pela Fundação”, afirmou Fermino.

As eleições da Funcef ocorrem entre 16 e 18 de maio. O Sindicato apoia a Chapa 5 por que sabe do seu compromisso com o aumento da participação dos trabalhadores nos rumos do fundo e com o seu fortalecimento.

Entre as principais propostas da “Funcef Pra Gente” estão a luta para que a CAIXA assuma o contencioso jurídico da Funcef; a defesa incondicional do Fundo de Revisão de Benefícios; o fim do voto de minerva em todas as instâncias; ampliação dos espaços de participação dos filiados na política de investimentos do fundo. Mais informações podem ser encontradas no site http://www.funcefpragente.com.br/.

Compartilhe: