Foto: Breno Pataro

 

Para seguir informando a população e levando a todas as esferas da sociedade o debate sobre a importância dos bancos públicos para o desenvolvimento do Brasil, foi realizada nesta segunda-feira, 27, uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O evento foi uma solicitação do Sindicato, acolhida pelo deputado estadual André Quintão (PT).

Além do deputado, a mesa de debates contou com a presença da presidenta do Sindicato, Eliana Brasil, da presidenta da Fetrafi-MG/CUT, Magaly Fagundes, da presidenta da CUT-MG, Beatriz Cerqueira, da representante dos empregados da CAIXA no CA do banco, Rita Serrano, da diretora do Sindicato e representante de Minas Gerais na Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil, Luciana Bagno, do vice-presidente da Fenae, Sérgio Takemoto, e do vereador Pedro Patrus (PT).

A audiência contou ainda com a presença de bancários de base e de representantes de movimentos ligados às moradias populares.

Confira a audiência pública na íntegra (vídeo).

Durante os debates, foram apresentados dados que mostram a importância dos bancos públicos nas mais variadas esferas do país, como a agricultura familiar, infraestrutura, saneamento, financiamentos habitacionais, financiamento estudantil, FGTS, entre vários outros. Todas estas políticas públicas essenciais para o desenvolvimento do Brasil estão sob ameaça com a implantação da política neoliberal e entreguista do governo golpista de Temer.

Os convidados destacaram, também, que todos devem estar conscientes sobre os impactos da possível privatização dos bancos públicos nas vidas dos brasileiros e que a luta deve ser conjunta para impedir retrocessos.

“Hoje, o que vemos é a diminuição dos investimentos e um governo que vem implantando políticas que visam beneficiar apenas aqueles que já são ricos. A CAIXA e o Banco do Brasil, assim como as outras empresas e bancos públicos, são essenciais para que o Brasil cresça com melhor distribuição de renda, mais justiça social e mais igualdade. Nossa luta permanente é em defesa dos brasileiros e brasileiras, que sofrerão mais um grave golpe caso nossas estatais sejam privatizadas”, afirmou a presidenta do Sindicato, Eliana Brasil.

 

Foto: Breno Pataro

Compartilhe: