Amanhã, dia 27 de setembro, nono dia de greve, bancárias e bancários se concentram em frente à agência do Bradesco na rua Curitiba, 570, no centro de Belo Horizonte.

É nesta agência que o gerente Antônio Jairo Freitas vem praticando assédio moral na tentativa de  impedir que os trabalhadores da unidade de trabalho passem a aderir à greve.

Como se não bastassem todos os problemas enfrentados pelos bancários do Bradesco, com condições precárias de trabalho, falta de segurança e metas abusivas, o gerente Antônio Jairo chegou ao cúmulo de forçar os funcionários a chegarem à agência às cinco horas da manhã como forma de tentar impedir a participação deles na greve. O absurdo é tão grande, que durante uma visita do Sindicato à agência um bancário intimidado pelo gerente foi encontrado escondido dentro do banheiro feminino para não aderir à paralisação.

O Sindicato repudia a prática do assédio moral e a atitude de gestores que, como Antônio Jairo, tentam impedir que trabalhadores bancários exerçam seu direito de greve.

Compartilhe: