Em preparação para a grande Greve Geral que será realizada no dia 28 de abril, o Sindicato continua nas ruas para conscientizar bancários e toda a população sobre a agenda do retrocesso promovida pelo governo Temer. Nesta terça-feira, 4, a “Porta do Inferno” foi instalada em frente à agência da CAIXA no bairro Alípio de Melo, em Belo Horizonte.

Trabalhadoras e trabalhadores se organizam para o enfrentamento às reformas da Previdência e trabalhista, à lei da terceirização irrestrita e a todos os ataques de Temer aos direitos conquistados pelos brasileiros.

A defesa dos bancos públicos também é pauta prioritária da categoria, diante de ações do governo que demonstram clara intenção de enfraquecer importantes instituições como a CAIXA e o Banco do Brasil.

Compartilhe: