O Sindicato, através do presidente Cardoso e da diretora Eliana Brasil, participou, nos dias 20 e 21 de fevereiro, em São Paulo, de seminário realizado pelo Comando Nacional para discutir estratégia, as ações sindicais e os desafios da campanha nacional deste ano. Além disso, foram tratados temas como a necessidade de os trabalhadores se engajarem nas agendas em disputa na sociedade, como a reforma política e o marco regulatório dos meios de comunicação.

Durante o seminário, os representantes dos funcionários começaram a organizar a discussão e execução das tarefas para 2014, que tem um calendário apertado em razão da Copa do Mundo e das eleições em entidades sindicais e representativas dos bancários, além do pleito para presidente da República, governadores, senadores e deputados federais e estaduais. A discussão será aprofundada nos fóruns democráticos da categoria.

O Comando Nacional já havia marcado a Conferência Nacional dos Bancários para o período entre 25 e 27 de julho e os congressos dos funcionários do Banco do Brasil e da CAIXA para os dias 6, 7 e 8 de junho. Foi agregada a esse calendário a realização de um seminário, entre 28 e 30 de abril, para discutir um novo formato de PLR e a estratégia da Campanha Nacional 2014.

A diretora de Cultura do Sindicato, Eliana Brasil, destacou a importância da reunião para a organização da categoria. “Realizamos uma avaliação do que foi feito no último ano e já estamos iniciando a Campanha Nacional 2014, organizando o calendário para um ano que será repleto de eleições importantes. Em 2014, teremos eleições para a presidência da República, governo estadual, Senado, deputados estaduais e federais, além de realizarmos o processo eleitoral para a diretoria do Sindicato dos Bancários de BH e Região no mês de maio. Será um ano intenso, de muitas lutas, quando mais uma vez uniremos forças para realizar uma Campanha Nacional tão vitoriosa quanto a de 2013, ampliando conquistas e direitos para a categoria bancária”, afirmou.

Segurança bancária

A Contraf-CUT e o Sindicato dos Bancários de Pernambuco fizeram uma apresentação conjunta sobre o projeto-piloto de segurança bancária. Conquistado nas negociações da Campanha Nacional 2012, a iniciativa está em andamento nas cidades de Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, com vigência de um ano, ou seja, até o dia 14 de agosto deste ano. Os bancos implantaram medidas como portas giratórias com detectores de metais, câmeras internas e externas, biombos em frente aos caixas e guarda-volumes, entre outras.

Um grupo de trabalho está acompanhando o projeto-piloto, que já se reuniu três vezes em Recife. Houve também quatro reuniões com representantes das 209 agências envolvidas.

Os primeiros resultados revelam queda nos assaltos a bancos em Pernambuco e redução nas ocorrências de “saidinha de banco” nas três cidades, conforme estatísticas da Secretaria de Defesa Social (SDS). A próxima reunião ocorrerá no próximo dia 10 de março, às 15h, na sede da Fenaban, em São Paulo.

Saúde e condições de trabalho

Após uma apresentação, o Comando Nacional debateu sobre os principais temas em discussão na mesa temática de saúde e condições de trabalho com a Fenaban, como o fim das metas abusivas.

Também foi debatida a renovação do acordo coletivo que trata do instrumento de combate ao assédio moral, previsto na cláusula de prevenção de conflitos no ambiente de trabalho da convenção coletiva. Uma reunião específica está marcada com a Fenaban para o próximo dia 6 de março, às 15h, em São Paulo.

Os dirigentes sindicais discutiram ainda o andamento do GT do Adoecimento, conquistado na Campanha Nacional 2013, para avaliar as causas do crescimento das doenças no trabalho, uso de remédios tarja preta e afastamentos por motivos de saúde.

A Fenaban já forneceu alguns dados sobre afastamentos de bancários, mas incompletos. O objetivo é fazer uma radiografia do que vem ocorrendo com a saúde dos bancários. Os dados são referentes aos seis maiores bancos: BB, CAIXA, Itaú, Santander, HSBC e Bradesco, onde trabalham 90% dos bancários do país.

II Censo da Diversidade

A Contraf-CUT informou o Comando Nacional sobre a realização do II Censo da Diversidade, que será aplicado de 17 de março até 25 de abril em todo o país. Conquistado na Campanha Nacional 2012, o levantamento será disponibilizado em hotsite da Febraban para ser respondido por um universo de cerca de 486 mil bancários, que correspondem a 98% dos funcionários de 19 bancos. As informações serão confidenciais e sigilosas.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

Compartilhe: