Após realização de plenária, no dia 5 de novembro, que aprovou a pauta de reivindicações dos funcionários do BDMG, o Sindicato entregou a minuta ao banco na última sexta-feira, dia 14. Os bancários reivindicam melhorias no Plano de Cargos e Salários (PCS), melhores condições de trabalho, entre outras questões.

A minuta busca a construção de um acordo específico aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que foi assinada pela Fenaban e pela categoria após a Campanha Nacional 2014.

Anexa à minuta, foi entregue ao banco uma carta cobrando, especificamente, a revisão da carreira dos técnicos do BDMG.

O diretor do Sindicato Carlos Augusto Vasconcelos (Mosca) destacou que é essencial que os funcionários mantenham sua organização durante este momento que aponta mudanças no BDMG. “O banco terá uma nova diretoria e continuaremos mobilizados para cobrar a abertura de diálogo e, assim, avançarmos em relação às conquistas específicas”, afirmou.

Confira abaixo as reivindicações dos funcionários:

Plano de Cargos e Salários

– Imediata revisão do PCS e homologação junto ao Ministério do Trabalho.
– Revisão da carreira dos técnicos (carta entregue em anexo).

Direito de Representação

– Livre acesso para os representantes do Sindicato nas dependências do banco, obedecendo às normas de segurança da instituição.
– Garantir estabilidade de emprego aos diretores da AFBDMG.
– Valorização com pontuação positiva nos processos de promoção/progressão e liberação de horas de trabalho para os diretores da AFBDMG, membros da CIPA, coordenadores da Brigada de Emergência e diretores do INDEC.

Programa de Participação nos Resultados (PPR)

– Manutenção do PPR.
– Discussão, com os funcionários, da forma de distribuição de remuneração e definição de metas.

Férias e condições de trabalho

– Isonomia de condições de férias para todos os concursados, ampliando para 25 dias úteis.
– Permitir ao empregado a divisão em períodos das férias a partir de 10 dias corridos, (15+15, 11+19, por exemplo).
– Garantir o cumprimento da Lei Nacional de Acessibilidade (ei nº 10.098 19/12/2000) em todos os ambientes do banco.
– Hora extra ou compensação de horas em viagens e/ou treinamentos para funcionários não comissionados.
– Assinatura do Acordo Coletivo de Prevenção de Conflitos no Ambiente de Trabalho previsto na Convenção Coletiva.

Compartilhe: