Os funcionários do Itaú Unibanco terão, em breve, a oportunidade de eleger democraticamente a diretoria que administrará o Clube Recreativo Minas (CRM) em Betim. A eleição de representantes dos funcionários é mais uma conquista do Sindicato que, em 2012, impediu a tentativa do Itaú de se desfazer do espaço de lazer.

Desde então, se estabeleceu um processo de negociação entre representantes dos funcionários e o banco para garantir a manutenção do patrimônio dos trabalhadores e realizar processo eleitoral para compor a diretoria e o Conselho Fiscal do clube.

O primeiro passo para que esta eleição seja possível é uma reforma do estatuto do CRM. Hoje, a diretoria e o Conselho Fiscal são compostos através de indicação do Itaú. Por isso, será realizada, no dia 29 de novembro de 2014, sábado, na sede do clube em Betim, uma assembleia de funcionários para debater a mudança estatutária.

“É fundamental que os associados se envolvam neste novo momento do clube. Impedimos o banco de cometer um grande equívoco ao tentar se desfazer de um patrimônio que é de todos nós. Agora, contamos com a participação de todos os sócios para construirmos uma nova realidade para o Clube Recreativo Minas”, afirmou Paulo Faria, que é funcionário do Itaú e diretor do Sindicato.

Pressão garantiu continuidade e reformas

No dia 18 de dezembro de 2012, o Sindicato impediu que o Itaú Unibanco, aliado à Federação da Rua Sergipe, se desfizesse de um importante patrimônio dos funcionários do banco: o Clube Recreativo Minas.

Naquela data, uma terça-feira, em assembleia convocada para as 11h da manhã, a ideia do banco era de se desfazer do clube.

Ciente da questão, o Sindicato se organizou e esteve presente na assembleia, pressionando o Itaú para que a assembleia fosse remarcada e divulgada amplamente, garantindo a participação de todos os interessados.

Paralelamente a este processo, o Sindicato procurou o banco e estabeleceu negociação. Além da manutenção do patrimônio dos funcionários, também foi cobrada a realização de processo eleitoral para definir a diretoria do clube, ao invés da indicação de membros pelo Itaú como vinha ocorrendo. Também nesta reivindicação, o Sindicato foi vitorioso e garantiu mais democracia na administração do CRM.

Mais vitórias

A diretoria que assumir o clube deverá encontrar o espaço em totais condições de utilização. Para que isso seja possível, o Sindicato cobrou e garantiu que o banco realizasse as reformas necessárias, garantindo as boas condições da estrutura do local.

A principal reforma, que já está sendo realizada, é a do ginásio. O espaço teve seu piso danificado após uma inundação e, após as obras, estará novamente disponível para atividades esportivas e sociais.

Além disso, para garantir a segurança dos frequentadores do CRM, o Sindicato garantiu também a instalação de cerca elétrica.

“Nosso compromisso é lutar para garantir que este patrimônio dos bancários esteja em perfeitas condições de uso. A reforma do ginásio, que estava em situação precária é mais uma vitória de extrema importância para todos os associados, que poderão voltar a aproveitar deste espaço poliesportivo”, ressaltou Marilene Gualberto funcionária do Itaú e diretora do Sindicato.

Assembleia de mudança de Estatuto do Clube Recreativo Minas

Data: 29 de novembro de 2014, sábado.
Horário: às 11h em primeira chamada e às 12h em segunda chamada.
Local: sede do Clube, na rodovia Fernão Dias, km 8, em Betim (MG).
Em pauta: a) alteração do Estatuto, conforme proposto pela diretoria, com a finalidade de modificar a forma de eleição dos administradores e dos membros do Conselho Fiscal e outros ajustes redacionais necessários; b) aprovação do Regimento Eleitoral para as próximas eleições; c) eleição da Comissão Eleitoral.

Podem participar os funcionários ativos ou inativos, administradores ou ex-funcionários assistidos do Itaú Unibanco com a apresentação de comprovante da condição de associado do Clube e documento.

Compartilhe: