A atuação do Sindicato, por meio de seus departamentos de Saúde e Jurídico, assegurou a reintegração administrativa de mais duas bancárias do Bradesco. As trabalhadoras haviam sido demitidas de forma irregular pelo banco, que teve que voltar atrás.

Em um dos casos, a bancária teve benefício por incapacidade deferido pelo INSS após ser desligada. Ela foi orientada pelo Sindicato e assegurou seu emprego de volta.

Em outra situação, uma bancária foi demitida pelo Bradesco com Burnout – esgotamento físico e mental causado pelo trabalho. Também neste caso, a incapacidade foi reconhecida pelo INSS e o Bradesco foi obrigado a cancelar a demissão. Com orientação do Sindicato e acompanhamento do Núcleo de Psicologia da PUC (que mantém parceria com a entidade), ela conseguiu seu segundo afastamento pelo INSS.

O Sindicato segue em luta para garantir os direitos de bancárias e bancários. O Departamento de Saúde da entidade recebe e orienta, diariamente, trabalhadores acometidos por patologias relacionadas ao trabalho.

É fundamental que os bancários procurem seus médicos a qualquer sinal de adoecimento e também o Sindicato para que possam receber orientações e encaminhamentos.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: