Bancárias e bancários de BH e região já deram o recado: é Greve Geral no dia 28 de abril. O Sindicato continua nas ruas para conversar com a categoria e a população sobre as reformas de Temer. Nesta quarta-feira, 19, a entidade realizou um ato, em frente a uma agência do Santander na região da Savassi, e convocou todos a aderirem à Greve Geral.

Mais uma vez, a “Porta do Inferno” foi utilizada para denunciar as medidas e propostas perversas do governo ilegítimo. Caso as reformas da Previdência e trabalhista sejam aprovadas, a vida dos trabalhadores brasileiros será transformada em um verdadeiro “inferno”, com a retirada de direitos e ainda mais exploração nas empresas.

A mobilização também visa conscientizar a população sobre o desmonte nos bancos públicos, como a CAIXA e o BB. As reestruturações, o fechamento de agências e os cortes de postos de trabalho, que já vêm ocorrendo nestes bancos, aumentam a sobrecarga de trabalho dos bancários e prejudicam o atendimento aos clientes e usuários.

Nesta quinta-feira, 20 de abril, a categoria realiza um Dia Nacional de Mobilização em Defesa dos Bancos Públicos. O Sindicato realizará um ato na região central de Belo Horizonte e chama todos os bancários dos bancos públicos para vestirem preto durante o dia. Confira mais informações aqui.

Compartilhe: