Crédito: Arquivo Sindicato

 

Em reunião realizada nesta quarta-feira, 21, o Sindicato, juntamente com a Fetraf/MG, negociou com as financeiras o Acordo Coletivo 2012/2013 e conquistou importantes avanços que serão encaminhados para aprovação. A entidade sindical foi representada pelos diretores Davidson Siqueira e Marco Aurélio Alves.

Com a negociação, os funcionários das financeiras conquistaram aumento salarial de 8,5%. O piso para os funcionários de portaria passa de R$ 860 para R$933,10 e os funcionários de escritório, caixa e tesouraria passarão do piso de R$ 1.200 para R$ 1.302.

Foram conquistados avanços também em outros direitos, com aumento de 8,5% na gratificação de caixa, de R$ 235 para R$ 254,98, e no anuênio, que passa de R$ 15,92 para R$ 17,27. O aumento no auxílio creche/babá será de 10%, passando de R$ 157,42 para R$ 173,16.

Os tíquetes refeição e alimentação e a 13ª cesta alimentação também terão aumento de 10%. No caso do tíquete refeição, o valor passa de R$ 15,50 diários para R$ 17,05, total de R$ 375,10. Para o tíquete alimentação, o valor passa de R$ 200 para R$ 220, com quatro tíquetes de R$ 55. Já a 13ª cesta passa de R$ 200 para R$ 220.

A Participação nos Lucros e Resultados também contou com um aumento de 10% no valor do teto, que passa de R$ 2.650 para R$ 2.915. O pagamento é realizado com base na soma de 90% do salário do funcionário, mais o fixo de R$ 1413,70.

O Sindicato realizará assembleia com os trabalhadores para discutir as propostas. Para o diretor Davidson Siqueira, a negociação garantiu importantes avanços. “A luta e a mobilização dos trabalhadores resultou em um bom acordo. O Sindicato reconhece os benefícios conquistados e orienta os funcionários a aprovarem a proposta”, afirmou.

Compartilhe: