Foto: Arquivo Sindicato

O Sindicato paralisou as atividades da agência 1430-BH Rua da Bahia do Itaú nesta quinta-feira, 4, devido a falta de condições de trabalho.

No dia 27 de junho, o Sindicato já havia solicitado ao banco a transferência dos funcionários para outra agência, devido a um forte odor de cola no interior da unidade de trabalho. A falta de condições de trabalho no local foi constatada pelo próprio Gerente Regional de Agências (GRA), que realocou todos os funcionários, mas no dia seguinte permitiu que todos voltassem à unidade de trabalho com as mesmas condições anteriores.

Diante do descaso, o Sindicato foi novamente à agência e paralisou suas atividades, exigindo a saída de todos enquanto o cheiro tóxico persistisse.

Para o funcionário do Itaú e diretor do Sindicato, Tarcio Chamon, novamente o Sindicato teve que intervir para combater o descaso do banco. “Tivemos que fechar a agência como forma de garantir a saúde dos bancários. O Sindicato está atento e não permitirá que o banco trate seus funcionários com descaso, submetendo-os a condições precárias de trabalho ao mesmo tempo em que exige o cumprimento de metas abusivas”, afirmou.

Compartilhe: