O Sindicato paralisou, durante toda esta terça-feira, 10 de maio, as atividades da agência Paraná do Santander, em Belo Horizonte. Após a explosão dos vidros da unidade por criminosos e o roubo de dois terminais de autoatendimento, a unidade de trabalho não oferecia condições de trabalho e segurança para funcionários, clientes e usuários.

Para Carolina Gramiscelle, representante da Fetrafi-MG, as entidades representativas da categoria continuarão atentas para exigir que o Santander garanta a segurança em suas agências. “Estivemos na unidade de trabalho para impedir que ela funcionasse sem oferecer as mínimas condições de trabalho. Exigimos que o banco invista em segurança e tenha responsabilidade para com as vidas de todos que trabalham nas agências ou utilizam seus serviços”, afirmou.

Compartilhe: