O Sindicato participou do lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional em Belo Horizonte nesta quinta-feira, 12 de dezembro. Visando defender o Brasil, a Frente conta com o apoio de 239 deputadas e deputados federais, e 30 senadoras e senadores.

No evento de lançamento, realizado no auditório do CREA-MG, estiveram presentes deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores da Região Metropolitana de Belo Horizonte, centrais sindicais e outros sindicatos, movimentos sociais, comunitários e eclesiais.

A Frente Parlamentar se compromete com três pilares da soberania: o Estado Democrático de Direito, ancorado na Constituição Cidadã de 1988; a defesa do território e do patrimônio do povo brasileiro; e a reconstrução dos direitos que asseguram a vida e as condições para o exercício dos direitos e deveres da cidadania.

Desta forma, a perspectiva é atuar na defesa do patrimônio público e contra as privatizações de estatais, na defesa da produção científica e na luta pelo ensino público, gratuito e de qualidade e ainda na defesa de riquezas naturais, como a Floresta Amazônica e os direitos dos povos das florestas.

“Temos que mobilizar a sociedade brasileira no debate amplo, democrático e plural sobre o país que nós queremos e o país que nós queremos deixar para as gerações futuras. O nosso primeiro compromisso é trazer para a Frente o maior número de parlamentares comprometidos com a causa nacional, em uma perspectiva suprapartidária. Queremos, com a mais ampliada participação, levar a Frente em Defesa da Soberania Nacional aos estados, regiões, municípios que conformam a nossa grande e querida pátria brasileira”, afirmou o secretário-geral da Frente e deputado federal Patrus Ananias (PT-MG).

Para a presidenta do Sindicato, Eliana Brasil, a Frente é mais uma importante iniciativa para combater a política de desmonte representada pelo atual governo. “É fundamental que todos estejam cientes de que passamos por um grave processo de destruição das conquistas dos trabalhadores, do nosso sistema de seguridade social, dos bancos públicos e do seu papel social e de diversos avanços obtidos nas últimas décadas. Por isso, o Sindicato soma forças a mais esta Frente de luta em defesa do Brasil”, afirmou.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: