Nesta sexta-feira, 11 de dezembro, o Sindicato se uniu a várias entidades em todo o país para realizar um Dia de Luta por respeito aos empregados da CAIXA e contra o desmonte do banco. O ato ocorreu em frente à agência Tupinambás, no centro de BH, e denunciou a reestruturação em curso na CAIXA, sem planejamento e negociação com os empregados.

Bancários cobraram mais respeito da direção do banco, mais contratações e protestaram contra o fatiamento do banco, em defesa da CAIXA 100% pública. Foi realizado também o enterro simbólico do presidente do banco, Pedro Guimarães, e da gestão de desmonte que ele representa.

Ato ocorreu em Belo Horizonte nesta sexta-feira, 11 de dezembro

Após o ato, os bancários seguiram o caixão em cortejo simbólico pelas principais ruas do centro da capital até a agência Século, na rua dos Carijós, onde os bancários fizeram novos protestos contra a política de desrespeito da atual gestão da CAIXA.

Empregadas e empregados sofrem com a falta de pessoal, com sobrecarga de trabalho, metas abusivas, jornadas extenuantes e risco de contaminação pela Covid-19. Como se não bastasse, a CAIXA está promovendo mudanças desorganizadas, deslocamento de empregados de suas unidades e pressão para adesão ao Programa de Desligamento Voluntário (PDV).

“Este ato foi muito importante para mostrar que os bancários da CAIXA não vão aceitar o desmonte. Por isso, é muito importante a participação de todas e todos os empregados em nossas mobilizações e que conversem com familiares, amigos e clientes para reforçar a importância da CAIXA para o desenvolvimento do Brasil”, destacou a empregada da CAIXA e diretora do Sindicato, Eliana Brasil.

O presidente do Sindicato, Ramon Peres, ressaltou a importância da luta em defesa da CAIXA e contra o desmonte, que afeta diretamente a população. “O presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, preparou uma caixinha de maldades para os empregados. Porém, nós do Sindicato preparamos o seu caixão, para enterrar de vez as suas pretensões de desmonte do principal banco social do país”, afirmou.

Mobilização virtual

Também nesta sexta-feira, às 11h, foi realizado um tuitaço com as hashtags #MexeuComACaixaMexeuComOBrasil #MaisContrataçõesMenosFilas #CaixaRespeiteOEmpregado

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: