O Sindicato, mais uma vez, reagiu contra a intransigência do banco Mercantil que, numa total demonstração de desrespeito para com os funcionários, demitiu, na última sexta-feira, 13, um bancário que acabava de retornar de licença médica e ainda se encontrava sob cuidados médicos. O trabalhador, lotado no prédio da matriz do Mercantil, em Belo Horizonte, no departamento de Supervisão de Informações Gerenciais, havia sido submetido a uma cirurgia e se afastou das atividades bancárias pelo INSS. Quando retornou ao trabalho, foi injustamente demitido pelo banco.

O funcionário afirmou que, na avaliação de clima feita em sua área, o gestor obteve um resultado negativo e isto se deve ao assédio moral praticado pelo gestor e à maneira agressiva com que vem tratando os bancários. O funcionário afirmou também que sua demissão indevida ocorreu por razões pessoais e pela intransigência desse gestor.

O Sindicato rechaçou a demissão injusta e ilegal e denunciou o descaso do Mercantil para com aqueles que são os principais responsáveis pelos grandes lucros do banco. Por isso, o Sindicato não fará a homologação e tomará todas as medidas judiciais cabíveis para reverter o quadro.

O funcionário do Mercantil e diretor do Sindicato, Vanderci Antônio, ressaltou que os bancários devem ficar atentos nos casos de afastamento por razões médicas. “Os bancos não se preocupam com a saúde do trabalhador e demitem mesmo quando os funcionários estão em tratamento de saúde. Em caso de licença médica, é importante que o bancário procure imediatamente o Sindicato para receber orientações e evitar ações temerárias por parte dos bancos”, afirmou.

Já o também funcionário do Mercantil e diretor do Sindicato, Marco Aurélio Alves, lembrou que a postura absurda do Mercantil em demitir trabalhadores doentes é antiga. “Já tivemos vários casos em que funcionários do banco em tratamento médico foram demitidos e o Sindicato recorreu à Justiça, conquistando a reintegração dos mesmos. Por isso, é essencial que os bancários se filiem ao Sindicato”, concluiu.

Compartilhe: