Teve início neste fim de semana, nos dias 27 e 28 de abril, na sede do Sindicato, a realização de curso de CPA-10 e 20 para os funcionários do Santander que ainda não tinham CPA-10. A iniciativa da entidade, em parceria com a Fenae, tem o objetivo de preparar os trabalhadores diante da exigência do banco pela certificação com a unificação de cargos.

O Santander já havia anunciado que, em maio, será concretizada a unificação de quatro cargos nas unidades: caixas, coordenadores, agentes comerciais e gerentes de relacionamento pessoa física (PF). Sendo assim, os bancários que atuam nestas funções passarão a ser gerentes de negócios e serviços e deverão contar com CPA-10.

Na última semana, o Sindicato se reuniu com o banco, em Belo Horizonte, para tratar da situação e também participou da negociação nacional em São Paulo. Após as cobranças dos trabalhadores, o Santander concordou em prorrogar, por mais 30 dias, o prazo para a certificação dos funcionários.

O curso promovido pelo Sindicato será realizado também no próximo sábado, dia 4 de maio.

“O curso é mais uma iniciativa do Sindicato em benefício dos trabalhadores do Santander, assegurando que possam cumprir as exigências do banco dentro do prazo estipulado”, afirmou a funcionária do Santander e diretora da Fetrafi-MG/CUT, Carolina Gramiscelli.

 

Compartilhe: