O Sindicato protocolou, na última sexta-feira, 28 de fevereiro, um ofício junto ao Banco Inter, solicitando que seja oferecida, de forma gratuita a todos os funcionários e seus dependentes, um programa de vacinação ocupacional e imunização contra o vírus da gripe (influenza).

Além de prevenir a proliferação de doenças transmissíveis e beneficiar a qualidade de vida do trabalhador, a vacinação ocupacional, oferecida por algumas empresas, traz vantagens também para os empregadores, que reduzem gastos com as ausências por adoecimento.

Para Marco Aurélio Alves, diretor do Sindicato, o vírus da gripe passa por mutações frequentes, ameaçando a qualidade de vida dos funcionários e também de seus cônjuges e dependentes. “Isto vem causando bastante apreensão nas famílias e, por esse motivo, a reivindicação do Sindicato se faz justa e necessária nesse momento de eventual aumento dos casos em decorrência de mudança de estação”, afirmou.

Já Paulo Barros, também diretor do Sindicato, destacou que “muitos outros bancos, também cobrados pelo movimento sindical, já perceberam que, além do bem-estar e melhora na qualidade de vida dos bancários, a prevenção pode ser um ótimo investimento. Além de evitar o adoecimento geral, o programa aumenta a motivação e a percepção de valorização por parte dos trabalhadores”.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: