O Sindicato retoma hoje, 20 de fevereiro, em Brasília, a negociação permanente com a CAIXA. O encontro contará com a participação da Contraf-CUT e da Comissão Executiva dos Empregados – CEE/Caixa e o Sindicato será representado por seu presidente, Cardoso.

Esta é a segunda rodada de negociações de 2013, sendo que a primeira aconteceu no dia 15 de janeiro. Um dos principais pontos de discussão será a criação de regras para o descomissionamento dos empregados, uma conquista dos bancários garantida no acordo aditivo da CAIXA à Convenção Coletiva de Trabalho 2012/2013 e que era pleiteada pelos empregados desde 2010. De acordo com o documento, o banco deverá apresentar um estudo sobre a questão até 31 de março.

O acordo aditivo prevê ainda que as regras sejam criadas com a participação das entidades representativas dos empregados. Os representantes dos empregados entregarão à CAIXA um documento com as contribuições resultado de debates e congressos, exigindo que as regras sejam transparentes e a inclusão de outros pontos, como o tempo de avaliação e que o empregado tenha um retorno sobre sua atuação.

Na pauta estão ainda temas como condições de trabalho, saúde do trabalhador, implantação do Sistema de Automação de Produtos e Serviços de Agências (Sisag) – em andamento em 243 unidades – e abertura de novas agências sem contratação de novos bancários, além da rotina de trabalho dos tesoureiros, marcada por fortes demandas, por alto grau de responsabilidade e pela exposição a riscos.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Fenae Net

Compartilhe: