Na manhã desta sexta-feira, 24 de julho, o Sindicato se reuniu com a GEPES-MG (Gerência Regional de Gestão de Pessoas) para dar prosseguimento às discussões sobre a convocação de funcionários que coabitam com pessoas do grupo de risco para a Covid-19. A determinação foi feita por gestores do Banco do Brasil a partir do Comunicado “Coronavirus – Orientação para os Gestores”, do dia 21 de julho.

Na reunião, o Sindicato manifestou preocupação com as convocações sendo feitas informalmente e com exigências sem análise, expondo funcionários e familiares ao risco de saúde e até mesmo jurídico, uma vez que poderá haver responsabilização futura em casos de aumento de contaminação pelo coronavírus.

Uma questão levantada foi que estes funcionários e funcionárias estão sendo convocados para fazer exatamente as mesmas tarefas que desempenham em casa no regime de home office. Ou seja, estão sendo chamados apenas para provocar aglomeração e aumentar o risco de contaminação.

Foram encaminhados para a GEPES os casos que chegaram ao Sindicato por meio dos diretores e diretoras da entidade. A orientação para novas demandas é que sejam feitas via FALECOM da GEPES oficialmente.

O Sindicato continuará acompanhando os casos das bancárias e bancários convocados.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Compartilhe: