Foi realizada nesta quinta-feira, 14 de fevereiro, uma reunião para a assinatura do termo posse da nova diretoria do Dieese em Minas Gerais. O Sindicato dos Bancários de BH e Região assumiu a vaga de diretor Regional da entidade, representado pelo diretor Marco Aurélio Alves.

A primeira reunião da nova diretoria serviu para definir o calendário anual de encontros e tratar de projetos ligados à organização sindical frente à atual conjuntura, com as reformas trabalhistas e da Previdência Social.

Também fazem parte das prerrogativas do Dieese acompanhamentos de temas pertinentes a todos os trabalhadores brasileiros, como balanço dos reajustes salariais, cesta básica, índice de custo de vida, pesquisa de emprego e desemprego, sistema de acompanhamento de contratações coletivas, sistema de acompanhamento de salários, dentre outros temas.

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) é uma entidade criada e mantida pelo movimento sindical brasileiro. Foi fundado em 1955, com o objetivo de desenvolver pesquisas que subsidiassem as demandas dos trabalhadores. Sindicatos, federações, confederações de trabalhadores e centrais sindicais são filiados ao Dieese e integram a direção da entidade. Atualmente, são cerca de 700 associados.

Ao longo dos mais de 60 anos de história, o Dieese conquistou credibilidade e reconhecimento nacional e internacional como instituição que desenvolve pesquisa, assessoria e educação voltadas para os dirigentes e assessores das entidades sindicais e os trabalhadores.

Graças a um trabalho que beneficia toda a sociedade, o Departamento Intersindical é reconhecido como instituição de utilidade pública e conhecimento nacional e internacional. A instituição possui, atualmente, 17 escritórios regionais, cerca de 50 subseções e dois observatórios do trabalho no Brasil.

Para Marco Aurélio Alves, diretor do Sindicato e do Dieese, é uma honra fazer parte da história da conceituada entidade. “Ao assinar o termo de posse, assumimos o papel de participar coletivamente do fortalecimento do Dieese e, consequentemente, o de ajudá-lo a desenvolver atividades de pesquisa, assessoria e educação relacionados ao mundo do trabalho e que se ajustam aos desafios que a realidade coloca para a organização dos trabalhadores brasileiros”, afirmou.

 

Compartilhe: