Empregadas e empregados da CAIXA em todo o Brasil realizam, nesta quarta-feira, 16 de maio, um Dia Nacional de Luta em defesa do banco público. Em Belo Horizonte, o Sindicato realizou um ato público em frente à agência Tupinambás, no centro da capital mineira, para protestar contra o desmonte promovido pelo governo Temer e cobrar a valorização dos trabalhadores.

O dia de mobilização nacional foi agendado para coincidir com a data de um megaevento milionário promovido pela CAIXA, em Brasília, com a presença de 6 mil gestores de todo o país.

O Sindicato e outras entidades representativas protestam contra a intenção do banco de promover a estratégia de desmonte entre os próprios empregados da CAIXA. Além disso, questionam a justificativa da realização de um evento deste porte logo após o anúncio de uma nova reestruturação que visa cortar gastos e que prejudicará os trabalhadores do banco.

Entre os ataques promovidos pelo governo Temer à CAIXA estão as reestruturações, ameaças ao Saúde Caixa e aos direitos dos empregados, fechamento de agências e cortes de postos de trabalho. Os trabalhadores do banco sofrem com a piora das condições de trabalho, pressões e assédio moral no dia a dia das unidades.

 

 

“É inadmissível debater o enfraquecimento da CAIXA em um megaevento financiado com dinheiro público. Estamos às vésperas de nossa Campanha Nacional 2018 e a mobilização de todas e todos será fundamental não apenas para defender a CAIXA como um banco social e 100% público, mas também para assegurar as conquistas de nossa categoria nos acordos coletivos e na Convenção Coletiva de Trabalho”, afirmou a presidenta do Sindicato, Eliana Brasil.

Durante o ato desta quarta-feira, o Sindicato distribuiu uma carta para conscientizar empregados e toda a população sobre as ameaças à CAIXA. Confira o texto, na íntegra, abaixo:

Defender a CAIXA é defender o Brasil

Vivemos hoje, no Brasil, tempos sombrios em que um governo não eleito impõe à população trabalhadora uma série de retrocessos e incertezas, com desemprego, retirada de direitos e ataques às empresas públicas, que pertencem ao povo brasileiro.

Entre estas empresas, está a CAIXA, responsável por grande parte do crédito ofertado às pessoas e empresas do país, guardiã do FGTS, do seguro desemprego e de importantes programas sociais, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, entre vários outros.

A CAIXA, porém, vem sofrendo com ameaças diárias do governo Temer, que pretende desmontar e privatizar o banco. As medidas perversas incluem reestruturações, ataques aos direitos dos bancários, fechamento de agências e cortes de postos de trabalho, que pioram também a qualidade do atendimento à população.

Nesta quarta-feira, 16 de maio, o banco realiza um evento multimilionário, com a presença de 6 mil gestores de todo o Brasil no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A convocação dos gerentes, com obrigatoriedade de presença ou justificativa de ausência, traz as frases “Em campo pelo Brasil” e “Todo um país vibrando por você”.

O Sindicato dos Bancários de BH e Região repudia a realização de tal encontro e afirma que não, os brasileiros não estão vibrando pela destruição do banco público. É inadmissível debater o enfraquecimento da CAIXA em um megaevento financiado com dinheiro público, buscando promover o plano de desmonte entre os próprios empregados. Um verdadeiro deboche patrocinado pelo Conselho de Administração do banco, chefiado por Ana Paula Vescovi, nomeada por Temer e Henrique Meirelles.

Ao ser questionada, a direção da CAIXA declarou que o evento visa “cobrar mais resultados dos empregados”. Isto também é inaceitável no atual momento, já que empregados do banco estão cada vez mais sobrecarregados e adoecendo, enfrentando condições de trabalho cada vez piores, além de descomissionamentos arbitrários e assédio moral.

Os brasileiros não aceitam que o governo Temer gaste valores absurdos para promover o desmonte da CAIXA, enfraquecendo seu papel social. Por isso, o Sindicato está em luta para que a CAIXA se mantenha 100% pública e alinhada com os interesses da população brasileira, e não do capital financeiro selvagem e desumano.

Defenda a CAIXA você também!

Sindicato dos Bancários de BH e Região

 

Confira mais imagens do ato desta quarta-feira:

 

 

Compartilhe: