O processo eleitoral do SantanderPrevi começou nesta sexta-feira, 28, e há inúmeros relatos vindos de vários estados sobre má conduta na campanha. Os candidatos do banco, que têm cargo de diretor e superintendente Regional, estão ligando para seus subordinados orientando que façam reuniões para exigir o voto de seus funcionários.

Além disso, gestores do Santander também estão mandando mensagens de campanha via Whatsapp em grupos de trabalho. O Sindicato denuncia que esta prática atenta contra o processo democrático. Enquanto os candidatos do banco fazem campanha interna de forma escancarada, o candidato apoiado pelo Sindicato foi proibido de entrar na Torre para distribuir seu material de campanha.

Os representantes dos trabalhadores avisam que não aceitarão esse tipo de campanha antidemocrática em que candidatos ligados ao Santander têm livre e total acesso aos participantes, enquanto os candidatos apoiados pelos sindicatos não.

NÃO ACEITE PRESSÃO! VOTE EM QUEM VOCÊ SABE QUE VAI VOTAR PELOS SEUS INTERESSES, E NÃO OS DO BANCO.

Fique atento

As eleições vão até a próxima quinta-feira, dia 3 de agosto. É importante eleger representantes que estejam alinhados aos interesses dos participantes. O dinheiro do fundo de pensão é dos trabalhadores do banco, e não do Santander.

O Sindicato apoia ORLANDO PUCCETTI JUNIOR (Conselho Deliberativo) e PATRÍCIA BASSANIN DELGADO (Conselho Fiscal).

Para votar, vá ao site do SantanderPrevi (www.santanderprevi.com.br) ou sistema intranet.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Afubesp

Compartilhe: