Um novo tuitaço contra as demissões nos bancos foi realizado na manhã desta sexta-feira, 27, com a hashtag #QuemLucraNãoDemite. A mobilização em defesa do emprego faz parte da campanha organizada nacionalmente pelo movimento sindical bancário.

Os bancos desrespeitaram um acordo firmado, no começo do ano, de não haver demissões durante a pandemia. Mas, em 2020, já demitiram mais de 12 mil bancárias e bancários, pais e mães de família, que ficaram sem emprego em meio a uma crise econômica e sanitária.

No mesmo período, os três maiores bancos, Bradesco, Santander e Itaú, os campeões das demissões, lucraram juntos R$ 35,7 bilhões, rendimento que nenhum setor da economia registrou.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Contraf-CUT

 

Compartilhe: